Será o fim da internet?Descubra o que é o Artigo 13!




No dia 12 de setembro desse ano, foi feito atualizações e modificações em um documento chamado “Artigo 13”. O “Artigo 13” após as alterações, poderia levar ao fim da internet?

A aprovação do Parlamento Europeu é relacionado a alterações significativas aos direitos de autor no mercado único digital.  Mas ainda serão alvo de avaliação em janeiro do próximo ano, podendo sofrer alterações.

De lá pra cá  foram feitas campanhas como a #SaveYourInternet  contra estas alterações. Essa campanha ganhou força principalmente entre os grandes YouTubers nacionais a declararem o “fim da Internet”.

O que são esses artigos assustadores?

Da proposta aprovada fazem parte os polêmicos artigos 11.º e 13.º batizados, pelos críticos, de “link tax (taxa dos links)” e “upload filter (filtros de upload)”.



O Artigo 11º e a Taxa dos Links

Começando pelo mais simples. O Artigo 11º irá definir que as plataformas da Internet “que armazenam e facultam ao público acesso a grandes quantidades de obras ou outro material protegido carregados pelos seus utilizadores”. Devem ter acordos com os autores dos mesmos sobre a utilização de tais conteúdos ou outro tipo de material protegido.

Resumindo, se um criador de conteúdo web partilha links de outros criadores e com essa partilha vai ganhar dinheiro, então o primeiro vai ter que repartir os seus ganhos com o segundo. Aqui incluem-se os agregadores de notícias, como o Google Notícias, por exemplo.

Nesta questão “das partilhas” de links, os utilizadores comuns, em nada serão afetados. Eles poderão continuar a fazer as suas partilhas livremente.

Artigo 13º

O Artigo 13º vem definir que devem existir mecanismos que impeçam o upload e publicação de material protegido por direitos de autor. Plataformas como o Facebook, YouTube, Twitter e Instagram, são exemplos de serviços que devem limitar a partilha de conteúdos que estão protegidos por direitos de autor.

Resumindo, o produtor de conteúdo que usar imagens, vídeos, músicas ou textos, de terceiros, que não tenha acordos de direitos de autor com estas plataformas, verá os seus vídeos automaticamente bloqueados. Na verdade, no YouTube já vemos isto a acontecer em casos esporádicos, a questão é que esta lei passará a ser mais abrangente ao nível das plataformas e mais restritiva ao nível do conteúdo.

Estas alterações irão afetar os criadores de conteúdo na União Europeia. E também os que estão fora que poderão ver os seus conteúdos bloqueados por cá, sem aviso prévio.

Fonte: pplware.sapo.pt




A internet vai realmente acabar

Não, fiquem tranquilos, a internet só está mudando, se adaptando, como tudo constantemente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.