CUBA anunciou saída do programa Mais Médicos, saiba porque!





Nesta quarta-feira (14), o Ministério da Saúde Pública de Cuba anunciou que o país deixará o programa Mais Médicos. A pasta afirma, em nota, que a saída do programa foi motivada por declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) a respeito dos médicos cubanos.

Trecho da Nota

“O presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, fazendo referências diretas, depreciativas e ameaçadoras à presença de nossos médicos, declarou e reiterou que modificará termos e condições do Programa Mais Médicos, com desrespeito à Organização Panamericana da Saúde e ao conveniado por ela com Cuba, ao pôr em dúvida a preparação de nossos médicos e condicionar sua permanência no programa a revalidação do título e como única via a contratação individual”




Presidente eleito se pronunciou em seu twitter, como de costume.

 

Cuba fazia parte do programa Mais Médicos desde agosto de 2013. Segundo o ministério, cerca de “20 mil colaboradores cubanos ofereceram atenção médica a 113 milhões 359 mil pacientes. Eles conseguem atender um universo de até 60 milhões de brasileiros.”.

Agora fica a grande dúvida, será que dará a oportunidade para mais médicos brasileiros, ou outro pais entrará na jogada?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.