Coisas inexplicáveis aconteceram no dia do depoimento de João de Deus

No ultimo Domingo dia 16, aconteceu o depoimento de João de Deus, o médium que abusou de varias mulheres. Mas, além disso, os Policias Civis de Goiânia responsáveis por seu depoimento relataram alguns acontecimento e desconforto.

Segundo eles as coisas começaram acontecer já no momento do registro do Médium. “Quando o escrivão tentou digitar as palavras do médium, o teclado do computador travou em uma letra específica e essa ficou sendo registrada na tela continuamente durante alguns segundos.”

Um curto circuito em uma ligação da tomada pode ter duas visões! Uma ligação direta com o fato do médium estar lá, ou simplesmente por que ligaram o ar condicionado e o frigobar na mesma tomada, causando a pequena explosão.

Um escrivão que seguia para delegacia para colher o depoimento de João de Deus, foi atropelado no mesmo dia. Isso assustou alguns.


“Não foi nada que interferisse no trabalho, mas teve sim (problemas). Ele (João de Deus) se manteve em silêncio. Mas teve um curto-circuito na sala do interrogatório e o computador teve uma falha que começou a imprimir uma letra sem parar”, explicou o delegado-geral da Polícia Civil de Goiás, André Fernandes.

“E um escrivão que, ao se deslocar para o trabalho, teve uma acidente e quebrou o braço”, acrescentou.

João de Deus está no Complexo Penitenciário de Aparecida de Goiâna, a 20 quilômetros da capital.

Triste ver uma pessoa que recebeu um dom de Deus, trocar de lado!