Bolsonaro indica General Fernando Azevedo e Silva a Ministro da Defesa





O general Fernando Azevedo e Silva foi anunciado nesta terça-feira, 13, pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) como ministro da Defesa. Atualmente, o militar é assessor especial do ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal.

O anúncio foi feito por Bolsonaro em sua conta no Twitter! Após pousar na base área de Brasília em voo que partiu no início da manhã do Rio de Janeiro. A nomeação coloca mais um general do Exército no primeiro escalão do próximo governo.

Azevedo e Silva ocupará o lugar inicialmente reservado para o general Augusto Heleno, que, na semana passada, foi indicado para ocupar o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI) em vez do Ministério da Defesa.

 

Sobre o General Fernando Azevedo e Silva

O General Azevedo e Silva, nasceu em 4 de fevereiro de 1954 (64 anos) Rio de Janeiro, RJ, é um general de exército do Exército Brasileiro há 45 anos, 1973 -2018.

Já comandou:

  • Estado-Maior do Exército (Brasil)
  • Comando Militar do Leste
  • Centro de Capacitação Física do Exército e Fortaleza de São João
  • Brigada de Infantaria Paraquedista
  • 2º Batalhão de Infantaria Leve
  • Companhia de Precursores Paraquedista




Qual obrigação do Ministro da Defesa

Um ministro da Defesa é o membro de um governo encarregue dos assuntos relacionados com as forças armadas e com a defesa militar de um estado soberano. Em alguns casos, tem também responsabilidades em áreas como a segurança interna, a defesa civil e outras.

Atualmente, na maioria dos casos, um ministro da Defesa tem a seu cargo a direção de um ministério da Defesa, responsável pela administração das forças armadas do país. Em muitos países, o ministro da Defesa é um dos mais importantes membro do governo, sendo frequentemente mais importante que o próprio ministro do Exterior.

Nos países democráticos, o cargo de ministro da Defesa é normalmente exercido por um civil no sentido de se acentuar o controlo civil sobre as forças armadas. No entanto, em outros países, o cargo poder ser exercido por um militar uniformizado, que poderá inclusive desempenhar a função de comandante das forças armadas.

Em muitos países, a designação formal do cargo é “ministro da Defesa Nacional“. Nos EUA, México e Reino Unido, o cargo designa-se “secretário da Defesa“. Na Suíça, as funções equivalentes às de ministro da Defesa são desempenhadas por um dos conselheiros federais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.