7 Coisas que você não deve fazer durante a Gestação.

Todas sabemos que uma gravidez não pode ser tratada como uma enfermidade ou algo do tipo, no entanto não podemos esquecer de cuidados essenciais para uma gestação saudável para nós e nosso bebê.

No andamento desse maravilhoso processo em que geramos uma nova vida em nosso ventre, é de extrema importância preservarmos alguns cuidados para esse momento torne-se cada vez mais lindo.

Pensando nisso separamos aqui uma lista contendo 12 coisas e atitudes que você deve evitar a todo custo durante sua gestação, mas é importante lembrar que é de extrema importância seguir sempre as orientações do seu médico obstetra.

No texto a baixo separamos para você apenas dicas interativas para ajudar na sua gestação.

1- Evite Roupas Apertadas e desconfortáveis:

Procure sempre usar roupas confeccionadas para gestantes, roupas convencionais podem fazer você se sentir desconfortável em qualquer ambiente ou evento, isso fará com que você aproveite encontros com amigos, almoço em família ou até mesmo o seu chá de bebê um momento mais agradável e confortável, você também pode customizar e adequar peças antigas para priorizar seu conforto durante o período de gestação.

2- Evite usar Salto Alto:

Procure usar sapatos baixos e confortáveis isso porque um calçado baixo ira lhe proporcionar um maior equilíbrio, e com certeza irá reduzir pela metade os riscos de queda.

Além de que, é comum no período gestacional ocorrer certo inchaço na região dos tornozelos e pés e usar um salto alto nessa altura do campeonato não seria nem um pouco confortável.

3- Evite alimentos malpassados ou crus.

Durante o período gestacional, o nosso sistema imunológico perde um grande percentual de desempenho, isso porque nosso corpo canaliza nossas defesas para o bebê e assim ficamos de certa forma um pouco mais vulnerável.

Por isso há certos alimentos que devemos passar longe, um deles é carne crua ou malpassada nela é possível que tenha alguma bactéria e isso pode lhe causar uma intoxicação ou infecção alimentar e isso pode ser muito arriscado no período gestacional, é interessante optar por alimentos cozidos.

4- Evite fazer procedimentos químicos no cabelo.

Este é um ponto muito importante na sua lista de coisas que você não pode fazer na gestação, mesmo sabendo que não aja embasamento científico que confirmem que esta pratica pode ser prejudicial a gestação, existem relatos de intoxicação ao bebê através da química absorvida pelo couro cabeludo.

Apesar da ausência de embasamento científico muitos médicos seguem recomendando para que gestantes não apliquem qualquer tipo de química no cabelo pelo menos dentro dos três primeiros meses de gravidez, pois trata-se de um dos momentos mais delicados tanto para a gestante quanto para o bebê. O ideal é evitar qualquer tipo de química durante os 9 meses.

CLIQUE AQUI E VEJA TAMBÉM AS MELHORES DICAS DE UM ESPECIALISTA PARA ACABAR COM A DESOBEDIÊNCIA DOS SEUS FILHOS.

5- Não consuma bebida alcoólica:

Todas conhecemos alguma gestante que de alguma forma ingere ou ingeriu algum tipo de bebida alcoólica durante a gravidez, no entanto o que pode dar certo para um nem sempre dá certo para outros, essa pratica pode ser extremamente prejudicial nessa delicada jornada dos 9 meses.

6- Modere o consumo de café:

Durante todo o processo de gestação deve-se evitar o consumo excessivo de café ou derivados da cafeína, no entanto isso não é uma restrição, porém recomenda-se ingerir no máximo duas xícaras por dia.

Ingerir cafeína em excesso na gestação pode amplificar sintomas comuns da gestação como Azia e queimação no estômago.



7- Evite contato com Fezes de Gatos:

Se você tem um bichinho de estimação, não precisa se livrar dele. Mas deve ter o máximo de cuidado com as fezes. Mulheres que fazem os exames de toxoplasmose e não possuem imunidade (Igm), não devem fazer a higiene da caixa de areia dos gatos.

Sobre a vacinação contra o Covid-19:

Os óbitos de mulheres grávidas por conta do novo coronavírus expõem uma realidade preocupante no País. Grávidas em qualquer período gestacional e mulheres até 45 dias após o parto, ambas acima dos 18 anos, integram o grupo prioritário da vacinação contra Covid-19. A atualização da norma foi promovida pelo Ministério da Saúde

As puérperas, se estiverem na condição de lactantes, não devem interromper o aleitamento ao se imunizarem. A única condição que deve ser respeitada é o intervalo mínimo de 14 dias entre a administração da vacina contra a Covid-19 e outras vacinas como a da influenza ou as do calendário da gestante.

De acordo com a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), gestantes com ou sem comorbidades devem ser imunizadas. Conforme a entidade, a metade das mortes de gestantes por covid-19 no mundo é de brasileiras.

Fonte: www.srgi.org.br

VEJA TAMBÉM, CONSELHOS SOBRE A PATERNIDADE QUE DEVERIAM SER ENTREGUES NA SALA DE PARTO.

Observações finais:

Peça para outra pessoa fazer essa tarefa. O contato com as fezes do animal acarreta sérios riscos de toxoplasmose que atinge o bebê fazendo com que ele tenha má formação.

Nossa plataforma é meramente informativa, não fazemos recomendações clinicas e nosso conteúdo é meramente interativo. Consulte sempre seu médico obstetra para ter um acompanhamento profissional durante sua gestação.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos.